Now Reading
Revolta dos Búzios (1798): O Sonho de Liberdade e Igualdade no Brasil Pré-Abolicionista Ganha Vida nas Telonas

Revolta dos Búzios (1798): O Sonho de Liberdade e Igualdade no Brasil Pré-Abolicionista Ganha Vida nas Telonas

Revolta dos Búzios (1798): O Sonho de Liberdade e Igualdade no Brasil Pré-Abolicionista Ganha Vida nas Telonas

Uma das manifestações mais importantes da história do Brasil, ocorrida em um Brasil pré-abolicionista, onde os homens negros já sonhavam com ideais de igualdade e liberdade. É esse o cenário que o filme 1798 – Revolta dos Búzios, do cineasta baiano Antônio Olavo, irá projetar nas telas comerciais dos cinemas do país a partir do dia 30 de maio.

O Filme é resultado de uma pesquisa desenvolvida pelo cineasta ao longo de treze anos. Olavo revela que este é o primeiro documentário da sonhada trilogia cinematográfica que pretende dar visibilidade às três grandes lutas que aconteceram no Brasil no final do Século XVIII e início do século XIX (Revolta dos Búzios, Revolta dos Malês e Sabinada). “São grandes acontecimentos que a historiografia tradicional inviabilizou”, comenta ao reforçar a necessidade do cinema nacional valorizar movimentos históricos que efetivamente contam a história da construção de uma sociedade.

Tão emocionante quanto entender a importância do papel de Luiz Gonzaga, Lucas Dantas, João de Deus e Manuel Faustino idealizadores do Levante, enforcados e esquartejados em Praça pública (Praça da Piedade, em Salvador), é ouvir o cineasta celebrar a estreia nacional desta história. Segundo ele, essa deveria ser devidamente valorizada assim como os mártires desta revolta reconhecidos como heróis nacionais.

Diferentemente de outras revoltas ocorridas no período, a Revolta dos Búzios desconstrói a imagem que o negro no Brasil, naquela época, era apenas sinônimo de subserviência e retidão. Influenciados pelas ideias iluministas da Revolução Francesa, a Revolta dos Búzios traduz a força, perspicácia e esperança de dias melhores para todos.

O cineasta convoca toda a população brasileira para assistir e entender a importância do movimento na luta pela igualdade entre os homens negros que reverbera até os dias atuais.

O filme 1798 REVOLTA DOS BÚZIOS estreia dia 30 de maio nas salas de cinema de São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba, Porto Alegre, Belo Horizonte, Brasília, Goiânia, Recife e Aracaju. Em Salvador, a película pode ser conferida na Sala de Arte do Museu, Cine Glauber Rocha e nas salas comerciais dos cinemas dos Shoppings da Bahia, Barra e Paralela. E no 17 de junho, os barreirenses poderão assistir ao longa-metragem em alguns locais da cidade de Barreiras que também fica na Bahia.

Antônio Olavo é cineasta e pesquisador e trabalha com temas ligados à valorização da memória negra. Autor do livro “Memórias Fotográficas de Canudos” (1989) ele também atua como gestor da Portfolium Laboratório de Imagens, produtora pela qual dirigiu 19 filmes documentários, entre os quais sete longas-metragens. Dirigiu também uma série para TV denominada “Travessias Negras” (2017) e atualmente está finalizando o filme “A Protetora – Memória Negra da Bahia”.

Confira o trailer do filme:

Texto: Aní Barbara

What's Your Reaction?
Curti
0
Descurti
0
Interessante
0
Quero
0

© 2020. Afro.Tv Brasil todos direitos reservados.