Now Reading
Cabo-verdiana Mayra Andrade faz show inédito no Festival Salvador Jazz

Cabo-verdiana Mayra Andrade faz show inédito no Festival Salvador Jazz

Artista Internacional une influências brasileiras, jazz parisiense e música portuguesa em performance marcante na capital baiana

Mayra Andrade

O Ministério da Cultura e Aiwa, através da Lei Federal de Incentivo à Cultura, e realizado pela Maré Produções, Ministério da Cultura e Governo Federal União e Reconstrução, apresenta o Festival Salvador Jazz.

Em uma fusão de influências brasileiras, jazz parisiense e música portuguesa, a renomada cantora e compositora Mayra Andrade promete uma apresentação marcante no Festival Salvador Jazz, que acontece nos dias 18 e 19 de maio, no Largo da Mariquita, no Rio Vermelho.

Mayra Andrade, reconhecida por sua presença cativante em palcos internacionais, a sua sonoridade única para o evento, prometendo uma performance que reflete sua trajetória musical multicultural. Combinando o crioulo cabo-verdiano, referências brasileiras e a sofisticação do jazz parisiense, a artista se destaca como uma das vozes mais relevantes da nova geração.

A presença de Mayra Andrade, que já dividiu palco com ícones como Chico Buarque, Cesária Évora, Caetano Veloso e Charles Aznavour, enriquece ainda mais o festival, destacando não apenas sua internacionalização, mas também a riqueza sonora que tem encantado audiências ao redor do mundo.

Luedji Luna

Ansiosa por esse momento, a cantora expressou expectativa em participar do evento ao lado de outros grandes nomes da música, como Luedji Luna, Spok Quinteto, Jam Delas, Sonora Amaralina, Ubiratan Marques, Bixiga 70, Jhonathan Ferr e Marcos Suzano, prometendo uma performance memorável em celebração à diversidade e à riqueza cultural presentes no cenário musical contemporâneo.

O curador do evento, Fabrício Mota, ressaltou a importância do Salvador Jazz como um marco no cenário da música instrumental, não apenas na Bahia, mas também no Brasil e no mundo, promovendo encontros significativos entre artistas nacionais e internacionais. Segundo Fabrício, “É uma missão e responsabilidade fazer parte da curadoria do Salvador Jazz, porque é um evento que aposta no cenário da música instrumental, no segmento do jazz produzido na Bahia, e também na força que esse gênero musical tem na obra de outros artistas do Brasil e do mundo. Salvador será novamente palco de encontros inesquecíveis, uma cidade que é conhecida mundialmente como capital da música e da música negra. Nada melhor que celebrarmos a força de um movimento musical  que floresceu no  Atlântico e se renasceu em outros cantos das Américas, como todo fruto poderoso da diáspora Negra”.

Mariana Pontes, Gerente de Marketing da Aiwa, patrocinadora do evento, expressou entusiasmo em contribuir para dinamizar a cena cultural da Bahia, oferecendo um evento gratuito para a cidade. Para ela, é uma honra promover a arte e a música, conectando comunidades e enriquecendo a experiência cultural de todos os participantes. “Como patrocinadores do Festival Salvador Jazz, estamos entusiasmados em dinamizar a cena cultural da Bahia com um evento gratuito para a cidade. Nossa participação é vital para promover a arte e a música, conectando comunidades e enriquecendo a experiência cultural de todos. É uma honra para nós contribuir para um momento tão significativo para Salvador.

Fernanda Bezerra, CEO da Maré Produções, também demonstrou satisfação com a retomada do Festival Salvador Jazz, destacando sua importância em fortalecer o propósito de ocupar espaços públicos com arte e cultura acessível para toda a população. Com oito shows e três workshops de formação totalmente gratuitos ao longo de dois dias, o evento promete movimentar o Largo da Mariquita, no Rio Vermelho, conhecido como o bairro mais boêmio da capital baiana.

Estamos felizes com a retomada desse que é um evento super especial dentro do calendário oficial de eventos da cidade. Essa ação fortalece o propósito de ocupar os espaços públicos com arte e cultura gratuita e acessível para a população. Ao longo de dois dias, promoveremos oito shows e três workshops de formação totalmente gratuitos”destaca a CEO.

Festival Salvador Jazz é apresentado pelo Ministério da Cultura e Aiwa, através da Lei Federal de Incentivo à Cultura, e realizado pela Maré Produções, Ministério da Cultura e Governo Federal União e Reconstrução.

View Comments (0)

Leave a Reply

Your email address will not be published.

© 2020. Afro.Tv Brasil todos direitos reservados.