Now Reading
Olodum celebra 45 anos de histórias e anuncia Olodumaré  – O ser supremo, as raízes e origens como tema do Carnaval 2025

Olodum celebra 45 anos de histórias e anuncia Olodumaré  – O ser supremo, as raízes e origens como tema do Carnaval 2025

Os toques orquestrados dos tambores do Bloco Afro Olodum estão sincronizados com as batidas do coração. E qual coração não pulsa de alegria ao sentir a frequência percussiva que há 45 anos conta histórias e desperta sensações que nem a mais bem apurada pesquisa acadêmica é capaz de explicar?

Há mais de quatro décadas, o Bloco Afro Olodum promove transformações culturais, econômicas e sociais. A Instituição Olodum levou o nome da Bahia para o mundo com características próprias, promovendo uma revolução na cabeça e na vida das pessoas, que através das suas letras entenderam o significado da palavra pertencimento. A primeira mudança, como lembra o presidente Marcelo Gentil, ocorreu em 1983 na comunidade do Maciel – Pelourinho, quando o Bloco Afro Olodum criou o Projeto Rufar dos Tambores, oferecendo educação percussiva para crianças da localidade. O projeto ampliou-se e incluiu educação regular para os jovens, por meio da criação da Escola Criativa do Olodum. “Formamos pessoas maravilhosas que estão atuando na Bahia, no Brasil e no mundo. Isso porque o Olodum há 45 anos toca no mesmo assunto; educação, cultura, cidadania, combate a todas as formas de discriminação e preconceito, defesa dos direitos humanos e promoção das pessoas”, orgulha-se o presidente ao citar o cantor da Banda Lucas Fiori e a administradora financeira da instituição, Magda Paim, ambos ex-alunos da Escola Criativa do Olodum.

Para João Jorge Rodrigues, presidente da Fundação Palmares, celebrar os 45 anos é um marco histórico que faz lembrar toda trajetória, no caminho longo da igualdade. João Jorge reforça a importância de honrar os ancestrais da Revolta dos Búzios, Revolta dos Malês, dos Quilombos e do Candomblé. “Passa um filme na cabeça sobre tudo que fizemos para o Bloco Afro Olodum ser o que ele é, ser o Símbolo da Bahia; moderno, contemporâneo ativo, construtor dos caminhos” recorda o presidente ao anunciar o tema do Carnaval de 2025.  Olodumaré  – O ser supremo, as raízes e origens.

João Marcelo, ex-jogador do Esporte Clube Bahia responsabiliza o Olodum pela formação da sua consciência enquanto homem negro. ”Há 35 anos não se falava tanto do racismo e o Olodum nas suas músicas trazia essa consciência negra para a gente, histórias de quem nós somos. O Olodum para mim é tudo”, comenta o atual conselheiro do Bloco, ao relembrar do momento em que a percussão do Olodum foi ao estádio tocar e incentivar os jogadores na primeira partida do Campeonato Brasileiro em 1989.

Amor, História e Geografia –  A interação indescritível com o público que declama em coro as letras, ainda que complexas, como poesia, reflete o compromisso orquestrado do Bloco Afro Olodum de, a cada ano inovar e oferecer ao mundo responsabilidade social em forma de cultura e alegria. Adailton Poesia, compositor de Deusa do amor, uma das músicas mais lembradas e cantadas do Bloco Afro Olodum entende a força desse compromisso e se emociona ao falar sobre o Olodum. “Para mim é uma felicidade fazer parte dessa história. Desejo vida longa, com belíssimas músicas porque o Olodum merece”.

Ao ver o Olodum passar na Avenida é impossível não se encantar com o bailar de Negra Jhô e toda sua expressão corporal. ”Eu, Negra Jhô, ao subir no trio levando minha arte dignifico muitas mulheres e passo a mensagem que a cultura não tem idade, não tem cor. A cultura somos nós”, destaca. Tonho Matéria emociona-se ao lembrar sua chegada no Bloco Afro e das suas composições que na década de 80 embalou multidões compondo o repertório do Bloco como, Arco-íris de Madagascar, Olodum Cosmopolitan, Oásis Olodum e sua presença como cantor. “Olodum é essa potência e eu me sinto parte inteira desse processo”, conclui.

Confira mais registros desse momento lindo e histórico:

Créditos: Cíntia Matos

Texto Aní Bárbara

View Comments (0)

Leave a Reply

Your email address will not be published.

© 2020. Afro.Tv Brasil todos direitos reservados.