Now Reading
WTM Latin America 2024 é aberta oficialmente em São Paulo

WTM Latin America 2024 é aberta oficialmente em São Paulo

Corredores movimentados, debates atuais, expositores de 40 países. A WTM Latin America 2024 foi oficialmente aberta nesta segunda-feira (15/4) no Expo Center Norte, em São Paulo. Inspirada no tema “The Future is Open. Be The Change” a feira acontece até o dia 17 de abril e deve superar a expectativa de receber 27 mil visitantes.

De frente para uma plateia repleta de gestores, líderes, autoridades e profissionais de diversos países, Bianca Pizzolito, head da WTM Latin America, liderou a solenidade de abertura do maior evento da indústria de viagens e turismo da América Latina destacando a importância de pensar no futuro da atividade de forma coletiva e sem perder de vista o trajeto percorrido.
 

“O futuro é feito de ações no presente, mas não é possível falar dele sem olhar para os aprendizados do passado”, disse, agradecendo a presença de Simon Mayle, Luciane Leite e o Lawrence Reinisch, executivos que lideraram outras edições do evento. “São nomes de um passado recente que deixaram a suas contribuições e nos trouxeram ao momento que vivemos agora”, disse.

Kerry Prince, managing director da RX UK, participou do evento pela primeira vez e deu as boas-vindas aos participantes. “O dia de hoje marca o início de um show que promete um encontro extraordinário de líderes da indústria, inovadores e visionários que estão moldando o futuro das viagens. Nos próximos três dias, vamos apresentar tendências, tecnologias e soluções que estão revolucionando a indústria das viagens e moldando o mundo”, disse.

Bianca defendeu que as ações debatidas terão reflexo em toda a indústria e reforçou que, assim como em edições anteriores, o evento se propôs a reunir experts para debater tendências, novas tecnologias e compartilhar bons exemplos e causas como a equidade, a diversidade e a inclusão no turismo. Neste ano, a ancestralidade foi abordada desde a abertura, por meio de reflexões e provocações de Daniel Munduruku, escritor premiado, professor, filósofo e mestrando em Antropologia. Ele afirmou que o presente, tal como o nome diz, é uma dádiva e exige um posicionamento de todos.

“O turismo precisa ser um mergulho no que há de mais bonito no mundo, uma imersão nas belezas naturais, uma leitura de nosso próprio pertencimento e com uma proposta pedagógica. É preciso olhar o mundo pelas perspectivas dos povos indígenas, que são pessoas do presente, do agora, que lutam por seus territórios e modos de vida”, disse, lembrando que é essencial deixar de lado a visão romantizada ou os estereótipos dos indígenas.

“A WTM Latin America 2024 fala sobre ancestralidade como uma ponte que conecta futuro e passado por meio do presente. Isso nos traz a reflexão de revisitar as nossas próprias escolhas, nossas histórias, para entendermos qual mudança a gente quer e se propõe a fazer neste momento em que, coletivamente, estamos construindo o turismo do amanhã. A sustentação para que esse encontro seja possível é a paz. Para amparar as nossas reflexões coletivas aqui, temos como alicerces a diversidade, ancestralidade, inclusão, não-violência, sustentabilidade, segurança, acessibilidade, igualdade e equidade. São pautas importantes para a mudança de consciência das pessoas”, finalizou Bianca.

Entre as lideranças presentes estavam Ana Carla Lopes, secretária-executiva do Ministério do Turismo, representando o Ministro do Turismo Mário Sabino; Marcelo Freixo, presidente da Embratur, Verónica Pardo, subsecretária de turismo do Chile, e Roberto de Lucena, secretário de Viagens e Turismo do estado de São Paulo. “É a maior feira internacional que acontece no Brasil, quando o Brasil voltou. O Brasil bateu recorde de arrecadação do turismo internacional em 2023. É um momento importante de se pensar no futuro e de fazer com que o Brasil seja esse país de portas abertas com a sua diversidade para receber o mundo inteiro”, afirmou Marcelo Freixo durante a coletiva com outras autoridades realizada logo após a abertura.

Os debates se estenderam por toda a tarde nos três teatros temáticos montados no evento. Entre as mais de 20 palestras realizadas, alguns destaques foram os paineis que reuniram lideranças femininas para debater diversidade, equidade e inclusão no turismo, relatos de cases sobre mudanças climáticas, cases de investimento privado para o fomento do turismo responsável em destinos e inovações que estão redefinindo a experiência do turismo de luxo.

“Entre os pilares que estão desenhando o futuro do turismo estão as experiências, que vão determinar a competitividade de destinos e empresas; o uso da tecnologia para hiperpersonalizar as experiências dos viajantes, criando modelos de negócios, novas combinações de inteligência artificial e realidade aumentada para proporcionar inovação; e, claro, a sustentabilidade, que é a base para o desenvolvimento do turismo. Temos que usar as ferramentas que temos para cuidar do meio ambiente, sociedade e construir um turismo mais promissor”, apontou a consultora Marta Poggi na palestra “Prototipando o Futuro do Turismo”.

O primeiro dia da WTM Latin America também foi marcado pela entrega da segunda edição do Prêmio de Afroturismo, criado pelo Guia Negro e apresentado no Explore Transformation. As melhores empresas e destinos de 2023 foram premiadas em dez categorias em meio a uma sala lotada. “Isso mostra que estamos no caminho certo. Todos nós ganhamos quando um ganha”, comemorou Tania Neres, coordenadora de Afroturismo, Diversidade e Povos Indígenas da Embratur.

1) Empresa Parceira do Afroturismo: Embratur

2) Melhor Destino Nacional: Salvador

3) Melhor Destino Internacional: Colômbia

4) Melhor Roteiro de Afroturismo: Pequena África (Rio de Janeiro)

5) Melhor Hospedagem Black Friendly: Diáspora܂Black

6) Melhor Empresa de Afroturismo: Brafrika Viagens

7) Melhor Conteúdo de Afroturismo: Livro “Afroturismo, Afeto, Afronta e Futuro” de Guilherme Soares Dias

8) Melhor Restaurante de Afroempreendedor: Casa Omolokum (Rio de Janeiro)

9) Melhor Atração Turística: Pelourinho (Salvador/BA)

10) Melhor Profissional de Afroturismo: Tania Neres (Embratur)

Entre as diversas novidades os expositores, um dos destaques do dia foi o anúncio de uma nova rota da Azul Linhas Aéreas. Daniel Bicudo, diretor de Marketing da companhia anunciou um voo para a capital do Paraguai, com saídas de Viracopos (SP) e Paraná – com operação o ano todo -, Santa Catarina e Pernambuco – com frequências durante a alta temporada.

Juntas pela primeira vez na WTM Latin America, a Latam e a Delta Air Lines celebraram os resultados mais recentes da joint venture. Em janeiro e fevereiro de 2024, as companhias registraram 42% de crescimento no número de passageiros em voos entre Brasil e Estados Unidos. Dados da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) mostram que as duas aéreas transportaram 297 mil passageiros entre os dois países no período e responderam por 39% deste mercado, superando a marca de 34% de market share alcançada no início de 2023.

A WTM Latin America 2024 ocorre entre 15 e 17 de abril, no Expo Center Norte, em São Paulo. Gratuito e obrigatório para a visitação, o credenciamento já está disponível pelo site, a partir de páginas em português, inglês ou espanhol.

View Comments (0)

Leave a Reply

Your email address will not be published.

© 2020. Afro.Tv Brasil todos direitos reservados.