Now Reading
Bloco Afro Muzenza traz para o Carnaval de Salvador Reggae, futebol e arte

Bloco Afro Muzenza traz para o Carnaval de Salvador Reggae, futebol e arte

Futebol é o esporte preferido da maioria dos brasileiros, o reggae, ritmo jamaicano que influenciou a musicalidade baiana e arte está presente nos quatro cantos da cidade. E para o Carnaval de 2024, o Bloco Afro Muzenza reuniu essas três paixões e com o tema “Reggae, futebol e arte”, promete levar alegria e a  influência jamaicana para o Circuito da folia no sábado, segunda e terça-feira de carnaval em Salvador. Fãs e admiradores do Bloco Afro Muzenza serão envolvidos pela mistura de cores e pela batida percussiva do bloco que celebra 42 anos de existência, tendo como referência o cantor jamaicano Bob Marley,  desde a sua fundação no bairro da Liberdade (Salvador – Bahia), em 1981.

Foto: Matheus Leite

A fusão entre elementos do suingue afro-baiano e o reggae jamaicano, deu origem às bases do samba-reggae, nascido na Bahia cuja musicalidade inspirou e continua a inspirar as variadas expressões rítmicas do Muzenza, aproximando os afro-baianos da realidade vivenciada pelos povos do mar do Caribe.

Em homenagem ao ídolo que difundiu a cultura dos afro-jamaicanos e suas mensagens libertárias, destacando a tradição do povo negro, o desfile do Bloco Afro Muzenza no Carnaval de 2024 contará com uma ala composta por 300 integrantes do movimento rastafári –  mantenedores da cultura Bob Marley na Bahia, além de 70 percussionistas e seis alas repletas de dançarinos, capoeiristas e baianas, todos marcados pela força da percussão.

“Queremos mais uma vez abrilhantar o Carnaval durante o nosso desfile em dois circuitos, falando um pouco de Reggae, futebol e arte, com muita plasticidade, brilhantismo e a batida incomparável da percussão, marca registrada do Muzenza”, comentou Jorge dos Santos, presidente do Bloco Afro Muzenza.

Bloco Afro Muzenza

Muzenza é um termo de origem bantu-kikongo e significa Yaô do Nagôs, nome dados aos iniciados no candomblé de linha de Angola. O Bloco Afro nasceu no bairro da Liberdade, em Salvador-Bahia, no dia 05 de maio de 1981. Desde sua fundação, o bloco traz a mensagem libertária que identificou-se com os afro-baianos de realidade similar em referência ao ídolo Bob Marley, logo após sua morte.

Internacionalmente reconhecido, suas canções estão eternizadas no repertório da Música Popular Brasileira interpretadas por artista como Daniela Mercury “Swing da cor’, Simone Moreno “A terra tremeu”, Margareth Menezes “Povo vem ver”, Carlinhos Brown “Rumpillé”, Gilberto Gil e Gal Costa “Brilho e Beleza” entre outros.

Texto: Ani Bárbara

© 2020. Afro.Tv Brasil todos direitos reservados.