Now Reading
INEDITISMO: Com patrocínio da Natura Musical, Pagode Por Elas faz história com primeiro festival de pagode 100% feminino

INEDITISMO: Com patrocínio da Natura Musical, Pagode Por Elas faz história com primeiro festival de pagode 100% feminino

Festival Pagode Por Elas acontece em janeiro, em Salvador, e é um produto da Pagode Por Elas, plataforma de fomento ao protagonismo feminino no pagode baiano.

Vai ter mulher fazendo história na música sim! Com o patrocínio da Natura Musical, o Festival Pagode Por Elas – produto da Pagode Por Elas, plataforma de fomento ao protagonismo feminino no pagode baiano – é o primeiro festival do segmento no Brasil com lineup 100% feminina, ou seja, fato inédito na história da música brasileira. Depois de 1 edição em formato online devido à pandemia, o evento ganha a primeira edição presencial que acontece no dia 06 de janeiro, a partir das 16h, no Trapiche Barnabé, em Salvador, com shows das principais cantoras da cena: Aila Menezes, A Dama, A Travestis, Rai Ferreira, Dai, Nêssa, A Ninfeta e A Menina.

“O Festival é a concretização de um sonho, mas também um primeiro passo para algo maior que a gente tem buscado construir, com mais eventos, mais lugares de protagonismo que fomentem a geração de renda, o trabalho realizado por mulheres dentro dessa cena musical e no mercado da música como um todo. Então, o festival é para virar essa chave, é para que os festivais de música contratem, chamem as mulheres também para fazer parte das lines, que o público conheça cada vez mais esses talentos” enfatiza Beatriz Almeida, cofundadora e gerente de projetos da Pagode Por Elas.

Em 2019, quando Beatriz criou a Pagode Por Elas junto com Joyce Melo para o trabalho de conclusão de curso da faculdade de jornalismo, sequer poderia imaginar no grande projeto que fariam juntas nos anos seguintes. A falta de cantoras no cenário do pagode baiano foi o start para a pesquisa acadêmica que virou negócio com uma missão: construir a nova década do pagodão com mulheres protagonizando a cena. Os resultados em 4 anos de empresa são inquestionáveis: selo musical, formações, produção artística de shows, registros em audiovisual, gravação de EP, indicação a prêmio e, finalmente, a criação do festival de música.

“Que seja o primeiro de muitos e que a gente consiga alcançar o Brasil inteiro com esse projeto. Tenho esse sonho desde 2007, então estou muito feliz de fazer parte. Eu vou apresentar um show que efetivamente vai trazer toda a raiz do pagode, as minhas referências, o que eu sempre escutei, mostrando a minha vontade de ser gigante dentro do pagodão junto com outras mulheres, a minha vontade de união, a minha vontade de que as mulheres alcancem novos caminhos e que sejam protagonistas”, pontua Aila Menezes, cantora com mais de 15 anos de carreira que abriu caminho para diversas outras artistas, como A Ninfeta.

“O pagodão sempre foi um ritmo majoritariamente composto por homens cis e heterossexuais. Fazer parte dessa revolução e desse movimento que está acontecendo no pagodão sendo uma mulher e sendo uma mulher trans, é resistência, é gratificante, é incrível em todos os aspectos. É revolucionário”, destaca A Ninfeta.

Além dos shows completos, o Festival Pagode Por Elas contará com as participações especiais de A Braba e A Poderosa, além das apresentações das Dj’s Tia Carol e Paulilo. Os ingresssos podem ser adquiridos através do link: Link

“É a primeira vez que um espaço é dado para mulheres dentro desse gênero musical expressarem o seu talento e sua arte, com protagonismo e visibilidade. Por isso deixamos esse convite tão forte, para que as pessoas fortaleçam e compareçam ao Festival Pagode por Elas, porque é o nosso pagodão, e dessa vez a partir de uma nova lente de gênero, com essa narrativa feita e composta por mulheres”, finaliza Joyce Melo, diretora executiva e cofundadora da Pagode Por Elas.
 

O Festival Pagode Por Elas foi selecionado pelo edital Natura Musical, por meio da lei estadual de incentivo à cultura da Bahia (FazCultura), ao lado de Cronista do Morro, Os Tincoãs, Ventura Profana e Casa do Hip-Hop Bahia, por exemplo. No Estado, a plataforma já ofereceu recursos para 64 projetos de música até 2021, como Margareth Menezes, Jadsa, Mateus Aleluia e Ilê Ayê.

Natura Musical é a plataforma cultural da marca Natura que há 18 anos valoriza a música como um veículo de bem estar e conexão. Desde seu lançamento, em 2005, o programa investiu mais de R$190 milhões no patrocínio de mais de 600 artistas e projetos em todo o Brasil, promovendo experiências musicais que projetam a pluralidade da nossa cultura. Em parcerias com festivais e com a Casa Natura Musical, fomentamos encontros que transformam o mundo.

Pagode Por Elas é a plataforma oficial de conteúdo e projetos especializada nas mulheres do pagode baiano. A missão é construir uma nova década para o pagodão, dessa vez com representatividade, feito por elas. Desse modo, atuam por meio da frente de conteúdo, com podcast, reportagens e influência nas redes sociais; eventos, a exemplo do Festival Pagode Por Elas e do Show Pagode Por Elas; e a frente de educação e selo musical, Som Por Elas.

© 2020. Afro.Tv Brasil todos direitos reservados.